Elementos Materiais para Determinação das Causas e da Dinâmica de um Incêndio

Autores/as

  • Caio Cesar Silva de Cerqueira Superintendênica da Polícia Técnico-Científica do Estado de São Paulo, Ourinhos, SP, Brasil
  • João Francisco dos Anjos Junior Departamento de Polícia Técnico-Científica do Estado do Amazonas, Manaus, AM, Brasil
  • Mariana Cristina Teotonio de Lima Melo Departamento de Polícia Técnica do Distrito Federal, Brasília, DF, Brasil
  • Rodrigo Gonçalves Teixeira Departamento de Polícia Federal, Santos, SP, Brasil
  • Carlos Alberto Trindade Departamento de Polícia Federal, Belo Horizonte, BH, Brasil

Palabras clave:

Condução, Convecção, Fogo, Movimento das chamas, Radiação

Resumen

Na análise técnica de perícia de incêndios, o perito criminal deve considerar o que preceitua o nosso Código de Processo Penal e também as bibliografias especializadas no intuito de tentar responder o mínimo necessário almejado pela justiça. Para o bom andamento do trabalho pericial, o conhecimento de alguns conceitos básicos sobre a dispersão do fogo, a saber: convecção, radiação e condução, bem como dos fatores envolvidos na movimentação das chamas, levando-se em conta as características do ambiente, são fundamentais para a elucidação da dinâmica da ocorrência e sua satisfatória análise. O presente trabalho pretende discutir parte dos elementos técnicos para a resolução dos questionamentos levantados pela justiça na interpretação das informações em casuística de incêndios e pretende instigar os profissionais forenses na busca contínua de aperfeiçoamento para a entrega de um trabalho qualificado à sociedade civil e em auxílio à persecução penal como um todo.

Citas

Aragão RF. Incêndios e Explosivos – uma introdução à engenharia forense. 2. ed. São Paulo: Campinas. Millennium Editora, 2020. 464 p.

Oliveira JLM, Trindade CA. Investigação de Incêndio. Brasília: Academia Nacional de Polícia, 2019.

Brasil. Decreto-Lei número 3.689 de 3 de Outubro de 1941 (Código de Processo Penal). 1941.

Silva ATQ, Carmo SKS, Santos RJ. Medidas de prevenção e proteção em casos de incêndios criminosos em edificações. Revista Brasileira de Criminalística. 2018;7(1):32-43. https://doi.org/10.15260/rbc.v7i1.192

Bezerra CC. Metodologia de atuação pericial em desastre de massa. Revista Perícia Federal (Associação dos Peritos Criminais Federais – APCF). 20 (6-10). 2005.

Cotomacio AC. Aplicação do método científico (NFPA 921-2017) em perícias de incêndio - o caso da fábrica de tintas. Revista Brasileira de Criminalística. 2020;9(1):75-9. https://doi.org/10.15260/rbc.v9i1.419

Noon R. Chapter 7: Determining the Point of Origin of a Fire. In: Forensic engineering investigation. CRC Press, 2001.

NFPA. NFPA 921: Guide for Fire and Explosion Investigations. National Fire Protection Association. United States of America, 2017.

Zarzuela JL, Aragão RF. Química Legal e Incêndios. Rio Grande do Sul: Porto Alegre. Editora Sagra Luzzato, ISBN 85-241-0608-5. 1999. 327 p.

Zatta MA. Conceitos de Eletricidade Aplicados à Investigação dos Incêndios. In: Curso de Especialização em Criminalística Aplicada a Locais de Crime. Academia Nacional de Polícia. Brasília, 23 de fevereiro de 2021.

Ferreira WA. Pérolas indistinguíveis – desconstruindo mitos na investigação de incêndios. Anais do XXV Congresso Nacional de Criminalística, VIII Congresso Internacional de Perícia Criminal e XXV Exposição de Tecnologias Aplicadas à Criminalística. Goiânia/GO. 2019.

Medeiros VS. Relato do caso do ninho do urubu. Revista Perícia Federal (Associação dos Peritos Criminais Federais - APCF). 43 (36-41). 2019.

Hall S, White G, Gautam L. The development of a novel adsorbent for collecting ignitable liquid residues from a fire scene. Journal of Analytical and Applied Pyrolysis. 2016;122:304-14. https://doi.org/10.1016/j.jaap.2016.09.012

Icove DJ, Haynes GA. Kirk’s Fire Investigation. 8. ed. United States: New York. Pearson, 2018. 816 p.

Silva EMC, Rota A, Neiva R, Costa N, Souza B, Sousa D. Desenvolvimento de metodologia de baixo custo para geração de amostras de resíduos de incêndio em solo usando etanol. Revista Brasileira de Criminalística. 2020;9(2):139-43. https://doi.org/10.15260/rbc.v9i2.472

Cotomácio AC. Coleta de resquícios de substâncias acelerantes em superfícies porosas no incendiarismo: utilização do método proposto por Icove e Haynes. Brazilian Journal of Forensic Sciences, Medical Law and Bioethics. 2020;9(2): 229-44. https://doi.org/10.17063/bjfs9(2)y2020229

Benfica FS, Vaz M. Medicina legal. Rio Grande do Sul: Porto Alegre. Livraria do Advogado Editora, 2008. 216 p.

Publicado

2022-03-04

Cómo citar

Caio Cesar Silva de Cerqueira, Francisco dos Anjos Junior, J., Teotonio de Lima Melo, M. C., Gonçalves Teixeira, R., & Alberto Trindade, C. (2022). Elementos Materiais para Determinação das Causas e da Dinâmica de um Incêndio. Brazilian Journal of Forensic Sciences, Medical Law and Bioethics, 11(2), 111–127. Recuperado a partir de https://bjfs.org/bjfs/bjfs/article/view/894